Horizonte Europa. Da vacina da malária à aviação comercial limpa:  Maria da Graça Carvalho apresenta em Estrasburgo parcerias que abrem “portas para o futuro”

Horizonte Europa. Da vacina da malária à aviação comercial limpa: Maria da Graça Carvalho apresenta em Estrasburgo parcerias que abrem “portas para o futuro”

O Parlamento Europeu debateu esta terça-feira à noite o relatório da eurodeputada do PSD Maria da Graça Carvalho sobre nove parcerias europeias com a indústria, no âmbito do programa-quadro Horizonte Europa. Em causa está um investimento de 20 mil milhões de euros, dos quais pelo menos metade serão suportados pelos parceiros privados.

Na sua intervenção em plenário, no qual marcou presença a comissária europeia da Inovação, Investigação, Educação, Cultura e Juventude, Mariya Gabriel, a eurodeputada sublinhou a importância decisiva deste investimento para o presente e futuro da Europa e a diversidade de áreas cobertas pelas parcerias, abrangidas num Ato Único Simplificado. As nove parcerias são: Saúde Global, Iniciativa Saúde Inovadora, Tecnologias Digitais Essenciais (incluindo 5G e 6G), Europa Circular de Base Biológica, Hidrogénio Limpo, Aviação Limpa, Setor Ferroviário Europeu, Investigação Sobre a Gestão do Tráfego Aéreo no Céu Único Europeu e Redes e Serviços Inteligentes.

Maria da Graça Carvalho explicou também o trabalho realizado no relatório. A inclusão no mesmo “dos princípios da abertura, transparência e inclusão, transversais a todas as parcerias, o reforço da participação de pequenas e médias empresas e de start-ups, e o aumento de soluções inovadoras que chegam ao mercado, eliminando barreiras, simplificando processos e criando condições para a possibilidade de sinergias com outros programas e fundos europeus”. 

Para quem imagina que tudo isto é retórica e boas intenções, um simples exemplo bastará”, disse Maria da Graça Carvalho. “Há dias, a Organização Mundial de Saúde aprovou pela primeira vez o uso de uma vacina contra a malária em crianças de países da África Subsariana. A vacina em causa foi desenvolvida graças ao forte envolvimento direto e indireto, da parceria EDCTP, agora chamada de Saúde Global, a qual, não só continuará, como sairá reforçada neste Ato Único”, referiu. “Este é um exemplo do extraordinário potencial destas iniciativas. E estou certa que outros se seguirão”, acrescentou. “De uma nova geração de aviões comerciais, com níveis reduzidos de emissões de CO2, a medicamentos inovadores e uma gestão mais eficaz das nossas matérias-primas e recursos naturais. Sem esquecer a decisiva digitalização. Estas parcerias são portas que se abrem para o nosso futuro”, concluiu.

Paulo Rangel
Lídia Pereira
José Manuel Fernandes
Maria Graça Carvalho
Álvaro Amaro
Cláudia Monteiro de Aguiar