“Liberdade de circulação em risco se não houver novas regras para Schengen”- Paulo Rangel

“Liberdade de circulação em risco se não houver novas regras para Schengen”- Paulo Rangel

“O espaço Schengen é uma das maiores conquistas da Europa. No entanto, as crises dos últimos anos, como a pressão migratória, as ameaças terroristas e a pandemia COVID, mostram que não o podemos dar como garantido. O enfoque deve ser: encontrar o equilíbrio certo entre a gestão adequada dos riscos e a garantia de um espaço de livre circulação.”

A declaração é de Paulo Rangel enquanto negociador do Grupo PPE no relatório Schengen. Os deputados da Comissão dos Assuntos Internos do Parlamento Europeu (LIBE) aprovaram ao início da tarde um relatório sobre o ponto de situação do espaço Schengen.

“Para proteger a liberdade de circulação na UE é crucial que as regras que regem o espaço Schengen sejam revistas muito em breve. Precisamos de mais coordenação a nível da UE, com um papel reforçado para a Comissão; também temos de intensificar a cooperação policial entre os Estados-Membros, criar mecanismos de crise eficazes e, mais importante ainda, aumentar a confiança mútua entre os Estados-Membros.”

Esta foi a mensagem que o Grupo PPE quis enviar à Comissão europeia dando orientações para a próxima estratégia sobre o futuro de Schengen que será apresentada em junho.

Durante a pandemia, foram introduzidas restrições às viagens e controlos nas fronteiras. A liberdade de circulação na Europa foi temporariamente suspensa. Agora está nas mãos dos governos nacionais ter o Certificado Digital COVID da UE instalado e funcionando até 1 ° de julho.

“É um passo muito importante para relançar a economia europeia, em particular o turismo, e garantir um trabalho eficaz e seguro nas nossas fronteiras. " sublinha Paulo Rangel.

Paulo Rangel
Lídia Pereira
José Manuel Fernandes
Maria Graça Carvalho
Álvaro Amaro
Cláudia Monteiro de Aguiar