Maria da Graça Carvalho defende mais verbas e melhor coordenação para combater as doenças cardiovasculares na Europa

Maria da Graça Carvalho defende mais verbas e melhor coordenação para combater as doenças cardiovasculares na Europa

A eurodeputada do PSD Maria da Graça Carvalho considerou, nesta quinta-feira, que as doenças cardiovascularestêm de ser prioritárias na agenda politica da União Europeia”, defendendo que o combate a este flagelo – responsável por 36% das mortes na Europa e quase 13 milhões de novos casos anuais -  passa desde logo por aumentar as verbas dedicadas à investigação, “desde a fundamental à fase clínica”, no âmbito do próximo programa-quadro Horizonte Europa.

Para Maria da Graça Carvalho, é ainda urgente melhorar a articulação, “tanto a nível europeu como entre os estados-membros”, entre os diferentes programas dedicados ao estudo e combate destas doenças, incluindo o novo programa EU4Health, da Comissão Europeia. “Uma plataforma à escala europeia para a coordenação e a troca de informação e dados seguramente melhoraria a eficácia dos esforços globais já em curso”, disse.

Os apelos foram deixados durante o lançamento do MEP Heart Group, um grupo formal de eurodeputados empenhados no combate às doenças cardiovasculares, liderado por Maria da Graça Carvalho e pelo italiano Brando Benifei.

Na reunião foi apresentada a iniciativa: “Fighting cardiovascular disease – a blueprint for EU action”, promovida pela Sociedade Europeia de Cardiologia (ECS), a European Heart Network e o MEP Heart Group.

No encontro, marcou também presença a comissária europeia com o pelouro da Saúde, Stella Kyriakides, a qual ouviu vários dos intervenientes recordarem que os investimentos comunitários no combate a estas doenças estão ainda longe de serem proporcionais ao grande impacto que as mesmas têm nas vidas dos europeus.

Paulo Rangel
Lídia Pereira
José Manuel Fernandes
Maria Graça Carvalho
Álvaro Amaro
Cláudia Monteiro de Aguiar