Comissão Europeia a “trabalhar dia e noite” num plano e em apoios específicos para as PME

Comissão Europeia a “trabalhar dia e noite” num plano e em apoios específicos para as PME

O Comissário Europeu para o Mercado Interno, Thierry Breton, garantiu ontem, durante uma reunião da comissão IMCO - Mercado Interno e Proteção dos Consumidores, estar a trabalhar dia e noite em medidas específicas de apoio às pequenas e médias empresas (PME), no âmbito do Plano de Recuperação pós-Covid-19 que está a ser ultimado pela Comissão.

Questionado pela eurodeputada do PSD Maria da Graça Carvalho, a qual recordou que as PME “desempenham um papel essencial na nossa economia” e são responsáveis por “dois em cada três empregos”, Breton concordou que estas são “absolutamente essenciais”. “São as mais importantes da nossa economia, mas também as mais vulneráveis”, acrescentou.

A eurodeputada quis saber de que forma essa importância será refletida no Quadro Financeiro Plurianual (MFF) da União e, especificamente, no Plano de Recuperação, cujos detalhes serão divulgados no próximo dia 27.

O Comissário admitiu que os pormenores relativos às PME poderão levar ainda algum tempo a finalizar, mas reafirmou que estas são uma clara prioridade, quer para a Comissão quer para o Conselho Europeu, com o qual revelou estar em diálogo sobre esta matéria.

Ainda sobre o Conselho Europeu, Breton recordou que este estabeleceu um teto relativo a financiamentos que poderão ser obtidos junto do Banco Europeu de Investimento (BEI), nomeadamente pelas PME, os quais poderão ascender a 200 mil milhões de euros.

Paulo Rangel
Lídia Pereira
José Manuel Fernandes
Maria Graça Carvalho
Álvaro Amaro
Cláudia Monteiro de Aguiar