Eurodeputados desafiam ministra Vieira da Silva a impulsionar temas de género no Conselho Europeu

Eurodeputados desafiam ministra Vieira da Silva a impulsionar temas de género no Conselho Europeu

A ministra da Presidência, Mariana Vieira da Silva, foi esta terça-feira incentivada pelos deputados da Comissão FEMM – Direitos das Mulheres e Igualdade dos Géneros, no Parlamento Europeu, a fazer avançar no Conselho Europeu alguns dossiês há muito adiados, nomeadamente a aprovação da diretiva sobre as mulheres nos conselhos de administração das sociedades cotadas (Women on Boards) e a criação de uma estrutura específica ao nível do Conselho para a discussão e negociação das questões de género entre os Estados-Membros.

Maria da Graça Carvalho, eurodeputada do PSD, registou o facto de a presidência portuguesa do Conselho ter prometido que, no âmbito da Estratégia Europeia para a Igualdade de Género 2020-2025, será dada “particular atenção” à diretiva que visa promover maior equilíbrio nos conselhos de administração, a qual tem vindo a ser sucessivamente adiada devido à oposição de alguns Estados-Membros. No entanto, avisou que essa garantia não chega, sendo necessário assumir com ambição o objetivo de iniciar as negociações com vista à aprovação da diretiva. Em resposta, a ministra reiterou o desejo de fazer deste tema uma prioridade, agradecendo o apoio do Parlamento Europeu

Já sobre a criação de uma formação específica do Conselho em matéria de igualdade de género, Maria da Graça Carvalho lembrou que esta é uma prioridade do Parlamento Europeu, alvo de uma resolução votada com grande apoio em dezembro. perguntando também que seguimento pretende a Presidência portuguesa dar a este tema. O objetivo é que os estados-membros passem a discutir de forma dedicada, num fórum próprio, todas as questões relativas a este tema, desde as iniciativas legislativas aa partilha de boas práticas.

Frances Firtzgerald, coordenadora do grupo do Partido Popular Europeu na Comissão FEMM, questionou a ministra sobre a sequência que será dada aos três relatórios aprovados na semana passada no Parlamento Europeu, todos relativos à igualdade de género, entre os quais o relatório sobre o fosso de género no digital da autoria de Maria da Graça Carvalho. Mariana Vieira da Silva disse que estes relatórios, nomeadamente o relativo ao digital, estão alinhados com as prioridades da presidência portuguesa e farão parte dos temas a abordar na cimeira dedicada ao Pilar Social, que o governo português vai acolher no Porto, em maio deste ano.

Paulo Rangel
Lídia Pereira
José Manuel Fernandes
Maria Graça Carvalho
?lvaro Amaro
Cláudia Monteiro de Aguiar