Maria da Graça Carvalho nomeada relatora principal de parecer sobre o mercado único digital e a utilização da inteligência artificial para os consumidores

Maria da Graça Carvalho nomeada relatora principal de parecer sobre o mercado único digital e a utilização da inteligência artificial para os consumidores

A eurodeputada do PSD Maria da Graça Carvalho foi nomeada relatora-principal do parecer: Shaping the digital future of Europe: removing barriers to the functioning of the digital single market and improving the use of AI for European consumers.

 O documento será produzido em nome da comissão FEMM – Direitos das Mulheres e Igualdade dos Géneros, na qual Maria da Graça Carvalho é membro substituto, para a comissão ITRE – Indústria, Investigação e Energia, onde é efetiva e vice-coordenadora do grupo do Partido Popular Europeu.

O tema enquadra-se em diferentes áreas que têm merecido especial atenção por parte da eurodeputada, nomeadamente o mercado único digital e os direitos dos consumidores, até porque é também membro-substituto da comissão IMCO – Mercado Interno e Direitos dos Consumidores.

É um relatório que toca em vários temas de grande importância para a sociedade”, refere a eurodeputada. O Mercado Único digital tem um grande potencial de crescimento, com benefícios para a economia europeia e os consumidores em geral. E a questão da utilização da Inteligência Artificial em beneficio dos cidadãos, de forma transparente e responsável, será cada vez mais decisiva”.

Recentemente, Maria da Graça Carvalho foi relatora ou relatora-sombra de diversos relatórios e pareceres relacionados com o digital e a Inteligência Artificial, abordando, entre outros temas, a questão da participação das mulheres nas novas tecnologias.

No que respeita à Inteligência Artificial, tem defendido que o desenvolvimento desta tecnologia seja feito sempre ao serviço das pessoas, respeitando princípios éticos e o direito à privacidade e à confidencialidade dos dados dos cidadãos.

A eurodeputada do PSD Maria da Graça Carvalho foi nomeada relatora-principal do parecer: Shaping the digital future of Europe: removing barriers to the functioning of the digital single market and improving the use of AI for European consumers.

 O documento será produzido em nome da comissão FEMM – Direitos das Mulheres e Igualdade dos Géneros, na qual Maria da Graça Carvalho é membro substituto, para a comissão ITRE – Indústria, Investigação e Energia, onde é efetiva e vice-coordenadora do grupo do Partido Popular Europeu.

O tema enquadra-se em diferentes áreas que têm merecido especial atenção por parte da eurodeputada, nomeadamente o mercado único digital e os direitos dos consumidores, até porque é também membro-substituto da comissão IMCO – Mercado Interno e Direitos dos Consumidores.

É um relatório que toca em vários temas de grande importância para a sociedade”, refere a eurodeputada. O Mercado Único digital tem um grande potencial de crescimento, com benefícios para a economia europeia e os consumidores em geral. E a questão da utilização da Inteligência Artificial em beneficio dos cidadãos, de forma transparente e responsável, será cada vez mais decisiva”.

Recentemente, Maria da Graça Carvalho foi relatora ou relatora-sombra de diversos relatórios e pareceres relacionados com o digital e a Inteligência Artificial, abordando, entre outros temas, a questão da participação das mulheres nas novas tecnologias.

No que respeita à Inteligência Artificial, tem defendido que o desenvolvimento desta tecnologia seja feito sempre ao serviço das pessoas, respeitando princípios éticos e o direito à privacidade e à confidencialidade dos dados dos cidadãos.

Paulo Rangel
Lídia Pereira
José Manuel Fernandes
Maria Graça Carvalho
?lvaro Amaro
Cláudia Monteiro de Aguiar