PSD questiona Presidência Portuguesa sobre política  Europeia para os Oceanos

PSD questiona Presidência Portuguesa sobre política Europeia para os Oceanos

Em carta remetida, hoje, à Presidência Portuguesa da União Europeia, ao cuidado do Ministro do Mar, Ricardo Serrão Santos, a Eurodeputada do PSD, Cláudia Monteiro de Aguiar procurou inteirar-se das políticas de proteção dos recursos hídricos e dos Oceanos que estão a ser implementadas, quer a nível europeu, quer a nível nacional numa altura que Portugal assume a Presidência do Conselho.

Segundo a Eurodeputada da Comissão das Pescas do Parlamento Europeu, “a Missão Estrela-do-Mar 2030, promovida pela Comissão Europeia, é uma oportunidade única de implementar ações de proteção e recuperação dos oceanos, fomentando a participação de toda a sociedade civil, com projetos e apoios ao nível do conhecimento, descarbonização, governação e poluição zero. Tem objetivos ambiciosos que devem ser atingidos até 2030, sob pena de atingirmos um ponto sem retorno na degradação dos ecossistemas marinhos e dos recursos hídricos”.

É importante que a Presidência Portuguesa, no tempo que lhe resta, aposte na concretização desta Missão, apresentando Portugal como exemplo, nomeadamente nas suas regiões autónomas, a Madeira e os Acores, que podem aqui assumir um papel piloto na governação dos oceanos, na investigação e até na promoção da literacia azul. Estamos a falar de ecossistemas únicos, característicos da Madeira e dos Açores, e que urge preservar, pelo que, com os apoios e estímulos necessários, estas regiões podem assumir uma posição de relevo nesta área”, referiu Cláudia Monteiro de Aguiar.

Para podermos incentivar a participação de todos, nomeadamente dos cidadãos, é importante saber o que já foi feito, as metas que queremos atingir e o que já foi conseguido. Foi isso que perguntei ao Sr. Ministro do Mar, com a certeza de que tudo farei ao nível do Parlamento Europeu para que esta seja uma Missão bem-sucedida”, concluiu a Eurodeputada do PSD.

Cláudia Monteiro de Aguiar remeteu, simultaneamente, uma carta de teor idêntico ao Comissário Europeu para o Ambiente, Oceanos e Pescas, Virginijus Sinkevi?ius, na qual explana as suas dúvidas e preocupações quanto à implementação da Missão Estrela-do-mar 2030, prontificando-se para encetar um debate no Parlamento Europeu. “A recuperação dos oceanos é urgente e não podemos esperar mais para agir”, sublinhou a Eurodeputada.

Paulo Rangel
Lídia Pereira
José Manuel Fernandes
Maria Graça Carvalho
Álvaro Amaro
Cláudia Monteiro de Aguiar